Review: "James Bond 007 Blood Stone"(Pc/Xbox/Ps3)

15 11 2010

O agente secreto voltou; e desta vez não é jogo baseado em filme!

Quando pensamos na Bizarre Creations, logo nos vem à cabeça os jogos de corrida como a série PGR, gênero em que a produtora é veterana. Mas desta vez eles resolveram testar algo diferente.

De cara, é preciso dar crédito pela ousadia da produtora, que se aventura em um gênero praticamente desconhecido com “James Bond 007: Blood Stone”. Essa nova aventura do espião não se baseia em nenhum dos seus filmes, e oferece uma história nova e inédita, mas que compartilha dos mesmos elementos clássicos, como carrões, muita ação, “marmeladas” de monte e belas Bond Girls.

Ousadia bem sucedida

Blood Stone parece se valer de uma estrutura que empresta elementos que deram certo em games anteriores, como a série Splinter Cell ou mesmo Gears of War – como o sistema de cobertura, já presente em Quantum of Solace. Este aspecto favorece o título tanto positiva como negativamente, pois se por um lado temos uma jogabilidade bem resolvida com ótimos controles, por outro temos a sensação de já ter visto quase tudo que é apresentado antes. Não há nada novo que mereça destaque na maioria da aventura, mas o ritmo acelerado deve garantir diversão mesmo para quem não é fã de Bond e suas peripécias.
Um dos maiores destaques do jogo são as fabulosas missões à bordo de seu carro Aston Martin. Nelas, além de perseguir e neutralizar inimigos, o jogador deverá desviar de inúmeros obstáculos que vão “surgindo” em meio aos tiroteios, como placas de gelo, colunas de concreto ou mesmo veículos de inimigos abatidos. Tudo é muito rápido, intenso e desafiador, ficando claro o domínio dos produtores nesse tipo de jogabilidade. Essas missões normalmente funcionam como “links” entre uma missão à pé e outra. Dirigir funciona tão bem que fica a impressão que poderia ter sido mais aproveitado.   
Como a maior parte do tempo o jogador participará de missões à pé, logo se sentirá confortável com os controles e com a jogabilidade precisa. É possível usar objetos do cenário para se esconder e supreender seus inimigos ou ainda se proteger em meio aos tiroteios. Existe uma boa variedade de armas e gadgets para serem utilizados, o que garante o mínimo de estratégia em meio aos intensos combates.

Multiplayer “manjadão”

Os modos multiplayer não trazem nada de revolucionário, mas os mapas bem projetados e o ótimo desempenho garantem a diversão após o término da campanha principal, que leva em média 5 horas para ser terminada.
Mesmo não sendo um clássico como GoldenEye do saudoso Nintendo 64, sem dúvida que “James Bond 007: Blood Stone” tem seus méritos; seja pela inexperiência e ousadia da produtora, ou pelas perseguições invejáveis das missões motorizadas. É sem dúvida indispensável para fãs e recomendado para os gamers em geral.

Plataformas: Xbox 360, PlayStation 3 e PC
Produção: Activision
Desenvolvimento: Bizarre Creations
Jogadores: 1-16 (online)
Gráficos: 8,0
Som: 8,0
Jogabilidade: 7,5
Diversão: 7,5
Replay: 7,5
NOTA FINAL: 7,5   

Trailer

Fonte: Pop

Postado


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: